07/10/2013

[Resenha] Extraordinário - R. J. Palacio





Extraordinário
R. J. Palacio
Editora Intrínseca
320 páginas

August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... até agora. 

Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência um, ele é um menino igual a todos os outros. 

Extraordinário me conquistou em todos os sentidos. Sua capa é simples e bonita. Sua história parece ser exatamente aquilo que eu gosto: um pouco de lição de vida e emoção. E foi exatamente isto que eu encontrei.

A história de August é narrada, além dele, pela perspectiva de várias pessoas que fazem parte de sua vida. Desde sua irmã e o namorado da mesma, a amiga de sua irmã e os amigos do garoto. Isso é uma forma criativa de ligar pontos da história e nos permitir saber a reação que Auggie causa em cada pessoa. É como se estivéssemos tendo um diálogo com cada personagem e ele nos contasse um pouco sobre sua vida ao lado do garoto.

Os capítulos são curtos, alguns com duas páginas, e isto permite que a leitura seja rápida e prazerosa. Dá para acabar em dois dias no máximo. E a narrativa da autora é bastante simples e leve, ela nos leva a nos apegarmos a cada personagem que nos é apresentado e assim virarmos as páginas ansiosos para mais informações e fatos.

R. J. Palacio escreveu um livro para nos fazer sorrir e se engana quem pensa que esta história é para nos deixar com pena de August, pelo contrário, a autora nos dá um exemplo de perseverança e força através das atitudes do garoto, e no final quando uma lágrima cai é mais por felicidade do que por tristeza. Sim, foi o primeiro livro que me fez chorar, e o primeiro choro com um livro a gente nunca esquece.

Quando terminei Extraordinário eu me senti bem, me senti feliz por Auggie, me senti renovado e cheio de esperanças, são esses tipos de sentimentos que fazem deste livro algo tão especial, marcante e ótimo. A autora sabe como agradar os leitores e lhes encher os rostos de sorrisos. Se você ainda não leu essa maravilhosa história, já está na hora, pois esse é um dos livros que todos precisam ler.

Um comentário:

Lucas Carvalho disse...

"Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo. - Auggie"

... e uma lágrima escorre.

Extraordinário foi o livro que mais me tocou nesse ano, uma leitura rápida e gostosa, contada no ponto de vista de vários personagens que cercam o personagem principal. Auggie me conquistou desde o começo da leitura e sua história de vida e superação me encorajou. Palacio foi muito profissional e principalmente delicada ao tocar num assunto muito importante e que nos faz refletir, não apenas sobre os problemas de auggie, mas sobre os nossos próprios problemas. Sem dúvidas um livro 5 estrelas e que merece ser lido por todos.

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team