01/04/2013

[Resenha] The Walking Dead: A Ascensão do Governador - Robert Kirkman e Jay Bonansinga





The Walking Dead: A Ascensão do Governador
Robert Kirkman e Jay Bonansinga
Editora Galera Record
364 páginas

No universo de The Walking Dead, não existe vilão maior que o Governador, o déspota que comanda a destruída cidade de Woodbury. Com seu senso doentio e muito particular de justiça, ele força prisioneiros a lutarem contra zumbis em uma arena, para delírio dos moradores entediados. Também não é incomum vê-lo dilacerar as entranhas daqueles que cruzam seu caminho. Eleito pela revista americana Wizard como o “vilão do ano”, o Governador é o personagem mais controvertido em um mundo dominado por mortos-vivos.

Em The Walking Dead: A Ascensão do Governador, os fãs irão descobrir como ele se tornou esse homem e qual a origem de suas atitudes extremas. Para isso, é preciso conhecer a história de Phillip Blake, sua filhinha Penny e seu irmão Brian. Com dois grandes amigos, eles formam um grupo de resistência nada comum. O objetivo é cruzar o estado da Geórgia, percorrendo os 30 km que separam Waynesboro de Atlanta. A missão aparentemente simples é na verdade um desafio: estamos no meio de um apocalipse zumbi.

As cidades foram abandonadas, os meios de comunicação estão inoperantes e o único som do universo são os gemidos incessantes de seres que um dia já foram humanos. Lutando para encontrar comida, armas e esconderijos seguros, os cinco vão enfrentar um cenário de completa desolação a caminho do mítico centro de refugiados. A única certeza de Phillip é a de que fará tudo para salvar sua família. Quem sabe assim também consiga salvar a própria alma.

Em um cenário repleto de destruição e muitos mortos-vivos é que a história começa. Philip, o grande corajoso e muitas vezes irado é o lider de um grupo que tenta de todas as maneiras se proteger e encontrar um lugar seguro. Seguido por Bobby e Nick, seus amigos de longa data e fieis como um cachorro é ao seu dono, Brian, seu irmão que tem medo de matar até uma mosca, e Penny sua filha de oito anos.

O ritmo do livro é totalmente agitado com muitas cenas fortes (tripas e derivados), fugas e muitas estratégias. A leitura flui muito bem, já que os autores sabem como colocar situações que nos levam a virar uma página atrás da outra com avidez, sempre procurando saber o que irá acontecer a seguir. Há muitas partes que são de tirar o fôlego que me deixaram com os olhos arregalados e realmente apreensivo com medo de algum muito ruim acontecer. É uma leitura que prende qualquer um na cadeira até a última página.

A escrita dos autores é muito boa. Robert e Jay sabem como fazer um livro tenso e como fazer o leitor se sentir no mesmo ambiente que os personagens. É impossível fazer esta leitura sem se imaginar em um lugar deserto em meio a um monte de zumbis.

Para quem acompanha The Walking Dead na TV ou nas HQ's, a leitura de A Ascensão do Governador é obrigatória para saber um pouco sobre como O Governador chegou ao status que tem e como se tornou esse terrível vilão. Suas atitudes não são aceitáveis, mas me coloquei muitas vezes no lugar dele para entender o por quê de seu perfil ser tão macabro. Philip é o que é, porque passou por muitas coisas terríveis e em meio ao caos é totalmente impossível manter a cabeça no lugar.

Não tenho como negar que este foi o melhor livro que li este ano. Além de não me decepcionar em nenhum momento e ter todas as características que eu aprecio em um livro (ação, desespero, zumbis), os autores souberam como fazer um final diferente de tudo que já li na vida. E o prêmio de grande trolagem do ano vai para Robert e Jay! Mas a trolagem dos dois não foi nenhum um pouco ruim, pelo contrário, eles me fizeram ficar com o coração acelerado e boquiaberto. Nunca fui tão surpreendido como fui com este final. Algo que muda tudo e vai chocar os fãs de tal maneira que será impossível olhar para o governador com os mesmos olhos.

Fãs de The Walking Dead, zumbis ou nenhum dos dois: Leiam este livro! Uma leitura tão maravilhosa que te faz ler sem parar até chegar ao final. Muita ação, tensão, estratégias, fugas e surpresas farão deste um dos melhores livros do gênero. Mais do que um livro sobre um apocalipse zumbi, The Walking Dead: A Ascensão do Governador faz um estudo sobre os limites humanos e deixa os leitores pensando por um bom tempo depois de ler a última página. SENSACIONAL!

5 comentários:

Kelry Caroline disse...

Gosto do livre, mas nunca li rs! Agora como gosto de zumbis acho que o livro seria otimo.

Thyale Ferraz disse...

Nunca me interessei em buscar saber sobre The Walking Dead. Gostei bastante da sua resenha, mas não é bem o estilo de livro que me chama a atenção.

Bjs

Bel Ribeiro disse...

Esse tá na lista.

Lucas Carvalho disse...

Eu sou muito fã da série The Walking Dead, andei pesquisando e descobri que os livros são a fonte para as HQs de mesmo nome. A série de tv quase não segue o roteiro do livro, o que eu fiquei chateado. Mas isso, claro, não tirou minha vontade de ler os livros. Comprei os dois primeiros volumes e estou aguardando chegar. Super ansioso!!!

Vanessa Llona disse...

Leio muitas resenhas positivas desse livro, mas ainda não li nenhum, mas estão na minha lista de desejados.

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team