25/08/2012

Resposta Certa - David Nicholls

Resposta Certa
David Nicholls
Editora Intrínseca
352 páginas

O ano é 1985. Brian Jackson, com uma bolsa de estudos e ótimas notas, acaba de entrar para a universidade. E parece que finalmente conseguirá realizar um antigo sonho: aparecer em um popular programa de perguntas e respostas na televisão, no qual poderá demonstrar todo o seu repertório de cultura geral. Após entrar para a equipe da faculdade e passar pela fase classificatória, Brian se prepara para seu primeiro embate televisivo, ao mesmo tempo em que se vê apaixonado por uma de suas colegas de time: a linda, inteligente e assustadoramente elegante Alice Harbinson. 

Quando Alice se recusa a ceder aos encantos ligeiramente ansiosos de Brian, ele arma um plano infalível para conquistar o coração de sua amada de uma vez por todas. Vai ganhar o jogo. A qualquer custo. Afinal, todos sabem que o que uma mulher realmente procura em um homem é uma vasta gama de conhecimentos gerais...  

Vi muitas resenhas negativas sobre este livro na blogosfera, mas ao contrário, eu o amei, e posso até afirmar que foi uma das minhas leituras favoritas deste ano.

Muitas foram as expectativas para este por conta de Um Dia, é claro, o enredo é bem diferente, mas a construção dos personagens, o ar dos anos 80, as situações, os sentimentos e a escrita de Nicholls continuam a mesma e nos fazem perceber porque gostamos tanto deste autor.

No começo da leitura o autor já nos apresenta ao modelo que seguirá: começos de capítulos com uma pergunta e resposta que terão algum sentido no decorrer do capítulo. E isso foi bem inteligente, pois fiquei pensando por algum tempo o que poderia acontecer nas páginas seguintes apenas pelas respostas das perguntas. 

Tive uma relação de gostar e odiar os personagens. Brian é legal, mas tem atitudes insanas. Alice é mimada e não se decide em nada e tem a Rebecca, que me ganhou por seu estilo solto, de não se importar com nada e apenas viver a vida. Todos os personagens são bem construídos e tem características marcantes, e por mais que eles pareçam irritantes, não estragam em nada a leitura.

David tem uma maneira de escrever que faz com que voltemos aos anos 80. Por mais que eu não tenha sentido nenhuma influência em relação a isso, parece que estamos vivenciando cada cena em nossa frente. Ele conseguiu criar um enredo que não depende de um ponto principal, apenas aconteçe, como a vida, é cheia de surpresas. Sua narrativa prende de tal forma e as surpresas são tão incríveis que existem pontos do livro que te fazem ler, ler e ler sem parar e fiquei feliz pelo livro ter terminado exatamente como eu gostaria que terminasse.

No final, nos divertimos muito com o livro e temos certeza que David criou mais uma obra grandiosa. Resposta Certa garante uma enxurrada de emoções e reações e deixa o leitor sem palavras para descrever o quanto o mesmo é ótimo.

2 comentários:

Lucas Carvalho disse...

Cada um tem um modo de reação diante de um livro. Eu simplesmente não consegui criar um vínculo com nenhum dos personagens (exceto como já disse, as lembranças do próprio pai de Brian, que está morto). Ele foi a unica pessoa que eu julguei de "cabeça feita", o restante não passavam de jovens desmiolados, e metidos a sabidões. Afinal, não basta ser inteligente para fazer as melhores opções na vida. Talvez tenha até sido essa lição que David tenha tentado no deixar em Resposta Certa. Mas, eu ainda vejo o livro apenas como mais um relato do tempo peralta dos anos 80. Não me emocionei tanto quanto em "Um dia"

Julia Nevares disse...

Realmente a sua resenha é uma das mais positivas que li :)) Eu gostei desse livro, porque acho o autor sensacional mesmo, adoro seu jeito guiar a história. Mas, infelizmente, não consegui me apaixonar. Achei todos os personagens CHATOS mesmo haahhaha Tirando a Rebecca.
Mas também gostei muito desse clima dos anos 80! Quem bom que você gostou :D
beijos
Julia

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team